20 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 19º

SIG desarticula nova quadrilha da moto e fecha ‘escritório’ utilizado para planejar os assaltos

O SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil desarticulou na tarde desta terça-feira (1) mais uma quadrilha que utilizava motocicletas para efetuar assaltos em Dourados. A ação resultou na prisão de cinco pessoas acusadas pelo crime, um deles, o militar do Exército Brasileiro, Felipe Bernal, 20, morador na Vila Popular e também, no fechamento de um comércio que funcionava como ‘escritório’ do grupo.

Além de Felipe, Juliano da Silva Gomes, 21, morador no Jardim Canaã I, Jeferson Fernandes da Silva, 21, residente no Jardim Pantanal, Carlos Mendonça, 20 e Odair dos Santos Lucas, 22, acabaram detidos.

De acordo com as informações policiais, eles são responsáveis por pelo menos três assaltos a comércio – dois supermercados e uma revenda de automóveis – entre a segunda-feira e a terça.

Apesar de elucidar esses casos recentes, o delegado do SIG, Adilson Stiguivits, acredita que eles possam estar envolvidos em mais de 20 ações, entre elas, o roubo num Posto de Atendimento Bancário da Caixa Econômica Federal e a tentativa de assalto em Casa Lotérica.

Na operação, foram apreendidos um revólver calibre 38, seis aparelhos de telefone celular, três correntes, três relógios, aproximadamente R$ 1,4 mil em dinheiro e duas motocicletas. Uma Yamaha Lander azul e a Honda CG Titan preta.

Ainda conforme a polícia, as motos eram de Felipe e Jean, que emprestavam para Juliano, que fazia o trabalho de piloto, e Odair, autor dos assaltos.

Jeferson seria o responsável em reunir o grupo, dando a logística necessária dentro do escritório de seu lava-rápido, no mesmo bairro onde reside. No local era guardada a arma, feito o planejamento dos crimes e a divisão do dinheiro arrecadado com as ações.

Todos foram autuados pelo roubo e também por associação criminosa e encaminhados para as celas do 1º Distrito Policial, exceto Felipe.

Durante depoimento, o militar afirmou que apenas emprestava a motocicleta aos amigos e não sabia dos crimes, fato negado pelos comparsas. Ele ainda é investigado por participação em outros delitos e foi levado a prisão na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, em Dourados.

Com as ações desta terça e da semana passada, são 12 pessoas envolvidas em ações criminosas do tipo, presas no município.

Dourados News