23 de abril de 2021
Campo Grande 31º 19º

Polêmica

Aliado de Bernal defende exoneração de diretores ainda mais se for 'ligado ao impostor'

A- A+

O vereador corumbaense Evander Vendramini (PP) resolveu se manifestar em redes sociais quanto à exoneração de diretores de escolas municipais de Centros de Educação Infantil (Ceinfs) de Campo Grande.

Embora não resida na Capital, Vendramini saiu em defesa do prefeito Alcides Bernal (PP), e acabou gerando polêmica em um grupo de WhatsApp chamado "Pinga Fogo". Enquanto muitas pessoas se manifestavam criticando as exonerações que até agora não provarem ser de cunho técnico como alega o prefeito. 

Ao contrário de Bernal, Evander, que foi candidato a governador pelo Partido Progressista em 2014, quando Bernal era candidato ao Senado, afirma que o prefeito está certo em demitir 'os diretores que não se identificam com sua administração', pois eles ocupam cargos de confiança.

"Tá certo Bernal, cargo de confiança deve ser dado a quem ele confia", diz Evander. O vereador acrescenta que, na opinião, dele as exonerações se justificam ainda mais se os exonerados forem ligados ao prefeito afastado da Capital, Gilmar Olarte, a quem ele chama de 'impostor'. "E se tiver algum ligado ao impostor...aí sim tem que exonerar mesmo", finaliza.

Exonerações:

No dia 18 de fevereiro, Bernal exonerou 47 diretores de escolas e Ceinfs e nesta quarta-feira (2) foram exonerados mais sete. Os diretores exonerados e muitos professores denunciam que as exonerações têm cunho político. Eles alegam que por não serem ligados ao prefeito foram dispensados do cargo. Esta semana deveria ter acontecido uma audiência pública na Cãmara de Vereadores para discutir as exonerações, porém, as secretárias convocadas, Leila Machado, educação, e Marcela Rodrigues, assistência social, não compareceram.