01 de outubro de 2020
Campo Grande 41º 22º

Amarildo Cruz pede que prisão de vereador do PT seja investigada

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) acredita que a prisão do vereador de Nova Alvorada do Sul, Paulo Puffy (PT), na noite de segunda-feira, por porte ilegal de arma, deve ser investigada. Amarildo afirmou que irá ocupar a tribuna na sessão da Assembleia Legislativa para pedir a Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) prioridade na investigação. A prisão de Puffy foi efetuada após a PM (Polícia Militar) receber uma denúncia anônima, afirmando que o parlamentar tinha posse ilegal de arma. Ao sair da sessão de segunda-feira, que acontecia na Casa de Leis do município, Puffy avistou no estacionamento uma viatura da PM que o abordou e pediu para que o caso fosse revistado. Foi encontrado um projétil de calibre 38 carregado com cinco munições cuja numeração estava raspada, o que agrava o crime que pode acarretar de seis meses a seis anos de prisão. Para o vereador a arma foi “plantada” em seu veículo e ele garante não possuir a arma. “Eu conheço o caráter e a índole do vereador, essa questão tem mistério que precisa ser investigado. Como apareceu uma arma?”, questionou Amarildo Cruz. O deputado afirma ainda que nunca viu nenhum movimento que pudesse colocar em suspeita a postura de Paulo Puffy e espera que a questão seja investigada. “Vou usar a tribuna da Assembleia para pedir que a Sejusp faça uma força para colocar a questão como prioridade, para que seja investigada”, finalizou. Tayná Biazus