27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Lama Asfáltica

Após 42 dias detidos, Amorim e Giroto deixam presídio na Capital

Foram soltos na noite desta quarta-feira (22), por volta das 0h15 os detidos pela Operação Fazendas de Lama, segunda  fase da Operação Lama Asfáltica. O servidor da Agesul, Beto Mariano, o ex-secretário de obras Edson Giroto, o empreiteiro João Amorin e Flavio Scrocchio então cunhado de Giroto, estes que estavam detidos desde o dia de 10 maio. 

Eles saíram  sem falar com a imprensa. foram beneficiados com o habeas corpus do Supremo Tribunal Federal  (STF), decisão que partiu do ministro Marco Aurélio Mello, na tarde de ontem (21).
Assim liberados os quatro, o oficial se dirigiu às casas Ana Paula Amorim, mulher de Giroto, a casa da filha do empresário, de Elza Cristina dos Santos, sócia de Amorim na Proteco, Rachel Portela Giroto, além de Mariane Mariano de Oliveira, filha de Beto Mariano. 
Investigação

Todos os citados foram presos na Operação Fazendas de Lama, que foi deflagrada em 9 de julho do ano passado. Nesta última operação, foi investigado onde era investido o recurso federal desviado das obras executadas em Mato Grosso do Sul.

A ação, que envolveu 201 policiais federais, 28 da Controladoria Geral da União e 44 da Receita Federal cumpriu 28 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão temporária, bem como 24 mandados de sequestro de bens dos investigados, dentre eles imóveis rurais e urbanos e contas bancárias.