18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

CÂMARA MUNICIPAL

Árvores frutíferas deverão ser plantadas na Capital graças à PL de Papy

Projeto de Lei proposto pelo vereador Papy é aprovado em primeira discusão, para plantio de frutíferas em áreas públicas

A- A+

Aprovado na sessão ordinária de ontem (13.mai.2021), em primeira discussão, o Projeto n° 9.935/21, proposto pelo vereador Papy, do partido Solidariedade, um Projeto de Lei que tem como finalidade o plantio e a reposição de arvores frutíferas nas áreas públicas da capital. 

Segundo assessoria do parlamentar, o "Projeto Pomar Urbano" tem como foco a conscientização da população quanto à necessidade de buscarem ações de cidadania, preservando e conservando também o ambiente em que vivem.

“O nosso projeto visa o plantio dessas arvores frutíferas em áreas públicas, como praças, parques, terrenos de escolas e EMEIs, e dessa forma, aproximar a população às arvores frutíferas que temos em nosso serrado sul-mato-grossense. Aguardamos agora a sanção do Executivo Municipal”, declara Papy.

É importante ressaltar que o Projeto descrito foca em agregar valores ao espaço urbano de Campo Grande. O plantio das arvores frutíferas é uma maneira de se trabalhar, na prática, conceitos ambientais, levando aos cidadãos maior conscientização sobre questões ambientais, como alimentação, preservação e aproveitamento dos espaços vazios para aumentar a produção de frutas.

Na Cidade Morena a arborização urbana vinha acontecendo de forma aleatória, por hábito cultural ou mesmo por gosto da população, segundo aponta o portal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana. 

Campo Grande recebeu em 2021, pelo segundo ano consecutivo o título internacional Tree Cities of the World pela organização das Nações Unidas "The Arbor Day Foundation", ao lado de 119 cidades, de 63 países, reconhecidas pelo planejamento e manejo de suas florestas urbanas, título que o secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo Costa, na época, destacou ser o reconhecimento da  conciliação entre conservação ambiental e desenvolvimento urbano.