22 de abril de 2021
Campo Grande 29º 18º

Negociação salarial

Bernal aguarda parecer do TRE sobre reajuste de 9,57%

A- A+

Depois de protestos e paralisação de servidores municipais, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) se reuniu com representantes sindicais, entre eles, o Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande (Sisem), e se propôs a conceder reajuste de 9,57% desde que seja amparado por lei.

Como projeto enviado pelo Executivo não foi aprovado pelos vereadores na sessão de terça-feira (5) após protesto das categorias de administrativos da educação, agentes de saúde, e professores, conforme Lei Eleitoral, o reajuste de 9,57%, acima da inflação, não pode mais ser concedido. Terça foi último dia conforme lei.

Diante do impasse, e do pedido das categorias, o prefeito Alcides Bernal (PP) se comprometeu a conceder o reajuste desde que Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) autorize. Por isso, relatório contendo projeto e pedido dos sindicalistas foi enviado para TRE-MS e será analisado pelo tribunal.