11 de abril de 2021
Campo Grande 34º 22º

Cheques

Bernal rebate Ronan e diz que ex-assessor 'é mentiroso e deve devolver dinheiro que surrupiou'

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), voltou a defender a prisão do ex-assessor da Prefeitura de Campo Grande, Ronan Edson Feitosa, réu em ação penal por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Ronan disse, durante audiência no Tribunal de Justiça, na semana passada, que o valor obtido com troca de cheques, feita por ele, com agiotas era para pagar dívida da campanha a prefeito de Bernal.

O chefe do Executivo Municipal negou as declarações de Ronan. “Ele mentiu. Todo golpista usa a ferramenta da mentira, do engodo querendo envolver pessoas no crime que ele praticou. O que ele fez foi criem contra sociedade, contra a administração pública e ele tem que devolver dinheiro que ele surrupiou e precisa ser preso”.

Em seu depoimento, Ronan negou que tenha trocado cheques a pedido do vice-prefeito Gilmar Olarte, também réu na ação, e disse que tomou decisão de buscar levantar dinheiro com agiotas após ex-colaboradores da campanha de Benal contratados por ele começarem a cobrá-lo. 

“Quando começamos a campanha, trouxemos nosso grupo. Infelizmente, as promessas que foram feitas para gente não foram cumpridas e as pessoas vieram atrás de mim, e eu corri atrás para não deixar peteca cair, mas teve um momento em que peteca caiu”, disse Ronan em depoimento.