13 de agosto de 2020
Campo Grande 34º 21º

CORONAVÍRUS

Brasil perde mais vidas para a Covid-19 do que Guerra do Paraguai

Na ocasião morreram 60 mil pessoas, estimam pesquisadores. A doença por sua vez, já leva mais de 65 mil vidas brasileiras

O cenário geral não tem horizontes para o final do vírus no Brasil. São 1.604.585 (um milhão, seiscentos e quatro mil e quinhentos e oitenta e cinco) pessoas infectadas com o coronavirus. São 65.502 mortes confirmadas no Brasil. Mais vidas perdidas do que na Guerra do Paraguai, em que se estima que foram perdidas 60 mil vidas no conflito armado. Separados por 150 anos, situações têm em comum vítimas da fatia mais vulnerável da população.

Nesta 2ª-feira (6.julho), foi confirmado pela secretaria estadual de Saúde, que Mato Grosso do Sul teve mais 5 mortes pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Em apenas 6 dias de julho o estado já registra 33 mortes, totalizando 122 óbitos. (Veja aqui).

No mundo, são 11.419.529 (onze milhões, quatrocentos e dezenove mil e quintos e vinte e novo) infectados. Já morram em todo o mundo 538.193 (quinhentos e trinta e oito mil e cento e noventa e três) pessoas. 

A chamada ‘Guerra do Paraguai’ foi o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul. Foi travada entre o Paraguai e a Tríplice Aliança, composta pelo Brasil, Argentina e Uruguai. A guerra estendeu-se de dezembro de 1864 até março de 1870. É também chamada Guerra da Tríplice Aliança (Guerra de la Triple Alianza), na Argentina e no Uruguai, e de Guerra Grande, no Paraguai.