12 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Lava Jato

Bumlai deixa presídio após 4 meses para cumprir prisão domiciliar

O pecuarista José Carlos Bumlai deixou por volta das 13 horas (horário de Brasília) o Complexo Médico Penal de Pinhais (SP) onde estava preso desde novembro de 2015 na 21ª fase da Operação Lava Jato.

Bumlai passa a cumprir a partir desta segunda-feira (21) prisão domiciliar. Na sexta-feira (18), o pecuarista teve prisão preventiva convertida em domiciliar a pedido da defesa. Bumlai tem câncer na bexiga e segundo advogado necessita de cuidados médicos especiais que não podem ser realizados dentro da instituição carcerária.

O pecuarista é réu na Lava Jato acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e gestão fraudulenta. Ele vai permanecer durante três meses em prisão domiciliar e depois seu caso será reavaliado para que a Justiça Federal decisão se mantém ou não a prisão em domicílio.

Durante esse período, Bumlai poderá sair de casa apenas para procedimentos médicos e cirúrgicos desde que comunicados à Justiça com antecedência.