13 de abril de 2021
Campo Grande 33º 21º

Eleição 2016

Caminhadas revelam sintonia da população com propostas de Marquinhos

O candidato do PSD a prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, participou de caminhada e adesivagem na Rua Spipe Calarge. Ele apresentou propostas, mas também ouviu reivindicações da população e a troca de informações revela sintonia entre o eleitor e o Plano de Governo.

“Nós fizemos diversas reuniões antes e durante a campanha, sempre ouvindo as reivindicações da população e ficamos felizes de ver que nossas propostas têm casado com o anseio do eleitor. É um projeto bem simples, mas com aquilo que dá para fazer, sem vender ilusões”, declarou.

Durante a caminhada, Marquinhos assegurou o término de obras paradas e foco na gestão, garantindo atendimento de qualidade. “Não adianta ficar prometendo construir um posto de saúde, por exemplo, se os que já existem não fornecerem remédio e médico para atender. Vamos terminar as obras paradas e equipar os postos já existentes para garantir um atendimento de qualidade”, exemplificou.

A empresária Ana Luiza Cardoso fez questão de abraçar Marquinhos e ficou feliz de saber que um projeto dele vai atender uma solicitação feita no encontro. Ela revelou que estava comprando ração para uma gata que apareceu no condomínio onde mora e solicitou o retorno da castração de animais no Centro de Controle de Zoonoses.

Marquinhos contou que o seu Plano de Governo garante atenção aos animais domésticos, com o “Castramóvel”, que oferecerá serviço de castração destes animais, evitando o abandono de filhotes nas ruas.

O candidato do PSD também foi abordado por servidoras da Educação, que reivindicaram melhorias no salário, o que também já está contemplado no Plano de Cargos e Carreiras da Educação, incluso no Programa de Governo.

A monitora Girleide Marculino quer a regularização de adicionais. Ela fez um curso para capacitação e hoje recebe R$ 400 a mais no salário. Porém, perto de se aposentar, ela teme perder esta verba, não regularizada.  “Os professores ganham, mas nós do administrativo vamos perder esta gratificação se aposentarmos”, reclamou.

Elci Matalina também é servidora municipal e cobrou adicional de insalubridade para os profissionais que fazem limpeza. Já a merendeira Marlene de Fátima Cardoso teme a demissão, após 14 anos de serviço. Ela é funcionária da Omepe e pediu para Marquinhos dar atenção a este grupo de trabalhadores que temem o desemprego. Marquinhos já informou que se eleito vai pedir para o Ministério Público Estadual manter estes trabalhadores até a abertura de concurso público.