12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Carlão dispara críticas contra Edil e questiona habilidade do vereador como líder do prefeito

A- A+

A Câmara dos Vereadores de Campo Grande voltou a enrijecer o tratamento ao prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte, e, além de cobrar de Olarte diálogo e ação, os vereadores passaram a exigir. também, do líder do prefeito na Casa, vereador Edil Albuquerque (PMDB), mais resultados no que se refere a interlocução com executivo.

Ao menos é o que pensa o vereador Carlão (PSB), que hoje, durante sessão itinerante de hoje na antiga rodoviária não poupou críticas a Edil e ao prefeito. "Ele tem que fazer ligação com prefeito e fazer com que Câmara seja atendida. Enquanto ele não fizer isso, não tem que ficar cobrando de nós apoio nenhum", disse.

Contrariado com cobrança de apoio de Edil, que tenta diariamente refazer a base de apoio de Olarte, que tem se esvaziado e se enfraquecido a cada dia, Carlão acredita que o peemedebista está no lugar errado e cobra mudança de postura do vereador junto ao executivo para garantir que as demandas do Legislativo cheguem até o Paço Municipal. "Ele não tem autonomia do executivo. É um líder sem apoio, ele precisa exigir que o prefeito lhe dê autonomia para dialogar com a Câmara. Esses dias ele ficou esperando retorno de um secretário durante três horas. Isso não pode acontecer".

Segundo Carlão, muitas das demandas da Câmara não estão sendo resolvidas nem sequer esclarecidas e ele acredita que falta a Edil acesso ao executivo para que o vereador possa de  fato ser ponte entre vereadores e prefeito. "Existem empresas que não estão recebendo, famílias que já deveriam ter sido assentadas e não foram, e nós não conseguimos saber o que está acontecendo. Respeito muito o Edil, mas acredito que ele esteja no lugar errado, pois ele é líder, mas não tem autonomia para trabalhar", finaliza.