16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Eleição 2016

Chico Gimenez decola, Hélio Peluffo despenca e Ludimar Novais estaciona em pesquisa

Jornal Che Fronteira procurou saber o que pensa o eleitor a dezessete dias das eleições municipais

O Jornal Che Fronteira encomendou ao Instituto de Pesquisa Resultado uma pesquisa de opinião para saber a tendência do eleitorado pontaporanense para as eleições do próximo dia 02 de outubro.

Chico Gimenez está na pesquisa encomendada pelo Jornal Che Fronteira, com 25.50% pontos percentuais no cenário estimulado. Comparado com a pesquisa registrada e divulgada no dia 25/08, Chico Gimenez cresceu 10,03 pontos percentuais. A tendência de alta do candidato do PMDB é clara nas duas situações.

Foto: Divulgação 

Hélio Peluffo Filho lidera a corrida sucessória em Ponta Pora com 40.50% de intenção de votos na pesquisa estimulada. Em comparação com pesquisa divulgada no dia 25 de agosto pelo Jornal Correio do Estado, Hélio despencou 9.8 pontos percentuais em apenas dez dias, quando comparadas as duas pesquisas.

A margem de erro é de cinco pontos percentuais para mais ou para menos. Nesta condição Chico Gimenez oscila entre 20,50% e 30,50%. Hélio Peluffo Filho fica com 35,50% e 45,50%, segundo a margem de erro. Já Ludimar Novais, 4,50% e 14,50%, considerando a margem de erro. A margem de confiança da pesquisa encomendada pelo Jornal Che Fronteira¸ é de 95%.

Ludimar Novais – PDT – aparece na pesquisa encomendada pelo Jornal Che Fronteira praticamente estacionado na corrida pela eleição. Em agosto estava com 9.57% e na avaliação feita em setembro encontra-se praticamente estacionado com 9,50 pontos percentuais.

Ludimar Novais obteve o maior índice de rejeição entre os três: 36.50 %, Hélio Peluffo Filho ficou com 6,0 % e Chico Gimenez obteve o menor índice de rejeição com 5,25%. Essa avaliação é para saber em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum.

Foto: Divulgação 

Hélio Peluffo Filho disputa uma eleição para prefeito pela quarta vez. Nas três primeiras perdeu para, Oscar Goldoni – PDT, Carlos Fróes do PMDB e Ludimar Novais, a época no PR. Ainda em 2012, Hélio Peluffo liderava com relativa folga desde o início as intenções de votos, porem, na abertura das urnas foi superado por exatos 918 votos pelo “azarão” Ludimar Novais, que havia iniciado a disputa ocupando a terceira colocação.

Nas outras eleições em que disputou o grupo político de Hélio Peluffo Filho saiu liderando o processo sucessório e acabou sendo derrotado ao final.  Ludimar Novais tenta se reeleger após três anos e nove meses à frente da Administração Municipal.

A pesquisa foi realizada em Ponta Porã e nos Distritos de Sanga Puitã e Itamarati nos dias 04 e 05 setembro. O Instituto entrevistou 400 pessoas. A pesquisa está registrada sob o número MS-01843/2016.

A outra pesquisa eleitoral citada na matéria foi publicada no dia 25 de agosto pelo Jornal Correio do Estado e entrevistou 300 pessoas.