01 de maro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Com 38 votos, comissão aprova parecer a favor do impeachment

A Comissão Especial do Impeachment da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira (11) parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO) pela admissibilidade da abertura do processo de afastamento da presidenta Dilma Rousseff. Foram 38 votos a favor e 27 contrários.

O parecer aprovado será encaminhado ao plenário da Câmara, onde será lido na sessão imediatamente após a votação. A leitura do relatório deve ocorrer amanhã (12) em sessão ordinária da Casa. Posteriormente, a peça será publicada no Diário Oficial da Câmara veiculado na próxima quarta-feira (13).

Após a publicação, 48 horas depois, o parecer entrará na pauta de votações da Câmara, como primeiro item a ser discutido e votado. A previsão, até o momento, é que a discussão seja iniciada na próxima sexta-feira (15). A votação em si deve ocorrer no próximo domingo (17).

Segundo Agência Brasil, para ser aprovado, serão necessários os votos de dois terços dos deputados, ou seja, 342, dos 513 parlamentares. Se aprovado, o parecer será encaminhado ao Senado, que analisará a admissibilidade do processo em sessão plenária. Se o relatório não obtiver os 342 votos na Câmara, a denúncia será arquivada.

Favorável

O governo esperava resultado melhor que obtido na Câmara dos deputados.  Após a derrota, o chefe de gabinete da Presidência da República, Jaques Wagner, reconheceu que o governo esperava ter mais votos e que o placar final fosse de 36 a 27. A pequena margem, contudo foi “razoável”, mas não negativa.

A projeção realista do governo, no entanto, contabilizou traições de última hora, é que o Planalto obtenha entre 180 e 190 votos no domingo, uma margem apertada, já que são necessários 171 votos para tanto.