28 de novembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Eleições 2016

Com disputa equilibrada, Manoel Nery lidera em Camapuã

A- A+

A menos de duas semanas da leição, o candidato Manoel Nery, do PMDB, tem a dianteira na sucessão camapuanense, com 45,5% das intenções de voto contra 40% do tucano Delano Huber. Esses números constam da amostragem mais recente sobre a disputa sucessória em Camapuã . Contratada pela Rádio Cidade (Associação das Entidades do Pro-Rádio) junto ao Instituto Foccus e divulgada de acordo com o que dispõe a legislação eleitoral, a pequisa traz uma fotografia do que o eleitorado faria se as eleições fossem hoje.

Os indecisos chegam a 11,7% e os que não votam em nenhum dos dois concorrentes são 2,8%. A Foccus também aferiu os índices em que são considerados somente os votos válidos: o candidato do PMDB tem 53,21% e seu adversário 46,79%. Do cenário que inclui brancos e nulos ao dos votos válidos, a vantagem de Manoel salta de 5 para 6,42 pontos percentuais.

Foram entrevistados 400 eleitores a partir dos 16 anos de idade nos dias 14, 15, 16 e 17 de setembro. Com 4,8% de margem de erro (para mais e para meno) e índice de confiança de 95%, a pesquisa da Foccus está protocolada na Justiça Eleitoral com o registro MS-09759-2016.

Manoel Nery, natural de Camapuã, é vereador, e sua candidatura, pela coligação “Coragem e Atitude Para Mudar”, tem o apoio de nove partidos: PMDB, PSB, PT do B, PR, PRP, PTN, Rede, PV e PSDC. Ele é filho do ex-prefeito e ex-deputado estadual Moysés Nery, liderança histórica do PMDB sulmatogrossense. Delano Huber, nascido em Tupi paulista, no interior de São Paulo, é membro de uma família de empresários com negócios na cidade e no campo.