19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Eleição 2016

Comerciantes reclamam de falta de atenção e pedem apoio a Marquinhos

O candidato do PSD à Prefeitura de Campo Grande, Marquinhos Trad, fez caminhada pela Avenida Júlio de Castilho, na manhã desta sexta-feira (9). Ele conversou com moradores, comerciantes e recebeu apoio e muita reclamação da falta de atenção do Poder Público.

“Nós aqui da Júlio de Castilho estamos morrendo aos poucos. Tentando respirar, respirar. Não sei se é política ou o que é, mas não somos ouvidos. Quantos comerciantes já fecharam as portas e foram embora?”, protestou o comerciante Givaldo Gonçalves.

Giva, como é conhecido, reclamou dos prejuízos após as mudanças e disse a Marquinhos que está pensando em ir embora da cidade no próximo ano. “Estou aqui há 23 anos, mas agora não estamos tendo perspectiva de trabalho. Colocaram estes canteiros, mas não tem passagem para cadeirantes, não têm rotatórias. Eu ajudo cadeirantes e mulheres com carrinho de bebê, porque não tem por onde passar”, reclamou.

Marquinhos ouviu atentamente as queixas dos comerciantes e lamentou a falta de sensibilidade do gestor. “Estamos recebendo várias reclamações. Fizeram inversões de ruas sem ouvir a população, sem planejamento. Isso vai acabar. Não pode tomar decisões sem a participação popular. Tem que mudar com decisão técnica, mas também com a vontade popular. Não se faz administração sem envolvimento da população”, criticou.

Além das inversões, falta de acesso e rotatórias, comerciantes protestam contra o horário liberado para estacionar. Atualmente, só podem estacionar das 10h às 16h. Eles querem ampliação deste horário, das 8h às 16h, para tentar impulsionar o comércio. “Do jeito que está todo mundo vai fechar as portas”, lamentou Giva.

Eva Cândia também é empresária e fez as mesmas reclamações, mas também aproveitou o momento para conhecer o deputado, que só via pela televisão. “Fiquei arrepiada. Ele é muito simpático, conheço ele da televisão e pelo trabalho que realiza. Vou votar nele porque confio que será um bom prefeito”, pontuou.

Durante a caminhada, Marquinhos também conversou com o motorista Salvador Soares. Ele contou a dificuldade que a esposa está passando, a espera de uma cirurgia desde fevereiro. Vanda dos Santos, 62 anos, precisa operar um dos joelhos, mas a demora está prejudicando a outra perna.

“Eu cuido de idoso e estou trabalhando assim, com esta bengala. Era um joelho, mas agora já está prejudicando o outro joelho. Já fui até na Defensoria Pública, mas até agora nada. Não tenho dinheiro para pagar os R$ 37 mil da cirurgia. Tenho que esperar”, contou.

“Precisa de um gestor que tenha compromisso para que a população não tenha constrangimento ao usar um transporte coletivo, que não passe nervoso na fila de um posto. É preciso gestão”, declarou Marquinhos.

Entre as propostas de Marquinhos para a Saúde estão a valorização do servidor, com o Plano de Cargos e Carreiras, construção de novo laboratório municipal e a ampliação do atendimento à saúde da família, com a Clínica da Família, onde a população encontrará atendimento especializado. Marquinhos vai investir no servidor para humanizar o atendimento e desafogar as Unidades de Pronto Atendimento e hospitais, sempre cheias e em sua maioria sem remédio e médico.