13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Política

Comissão aprova Orçamento Criança para monitorar despesas com primeira infância

A- A+

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou nesta terça-feira (20) projeto que institui o "Orçamento Criança", um anexo da lei orçamentária e dos relatórios de execução orçamentária da União, estados e municípios que conterá informações sobre os valores destinados a programas de atendimento à primeira infância (0 a 6 anos).

A proposta (PL 3826/19) é do deputado Luiz Lima (PSL-RJ) e recebeu parecer favorável da relatora, deputada Dra. Soraya Manato (PSL-ES). Ela afirmou que o Orçamento Criança é uma consequência do Marco Legal da Primeira Infância.

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Reunião Deliberativa. Dep. Dra. Soraya Manato (PSL - ES)
Soraya Manato: Orçamento Criança é consequência do marco legal

O marco exige o monitoramento das políticas de primeira infância e a divulgação à sociedade dos recursos aplicados anualmente. "A proposição dá viabilidade prática aos anseios da legislação, razão pela qual concordarmos com sua aprovação", disse Manato.

Dados
Pelo projeto aprovado, deverão constar do Orçamento Criança as despesas com educação, saúde, assistência social e as relativas às ações intersetoriais que tenham as crianças de 0 a 6 anos, e suas famílias, como beneficiários diretos.

Caberá ao Ministério da Cidadania a consolidação dos dados nacionais, a serem apresentados anualmente com relatório analítico que permita avaliar os esforços dos diversos entes federados na promoção das políticas para a primeira infância.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem Janary Júnior
Edição Cláudia Lemos