15 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

VARIANTE

Consultor da SES, do Governo, alerta prefeitos do MS sobre a cepa P.1

Pesquisador da UFMS, o médico infectologista, Julio Croda, informou que variante é duas vezes mais transmissora

Na sede da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), foi realizada na manhã de hoje (08.mar.2021) uma reunião entre o Governo do Estado, pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), e  79 prefeitos do Estado. Em pauta, a preocupação com a nova variante somada ao descontrole atual da situação epidemiológica. 

Crhistinne Maymone, secretária-adjunto de Estado de Saúde, apontou que os casos "estão em ascensão e hoje registramos o maior número de pessoas internadas, com 724 pacientes". Ela expõe que as cidades de Dourados e Campo Grande estão com 100% de leitos ocupados, ressaltando que é preciso atualização quanto ao que se sabe sobre essa doença entre os representantes executivos municipais. 

Reforçou ainda, aos prefeitos, que, mais do que nunca, nesse momento é necessário seguir as recomendações adotadas pelo Programa Prosseguir e quanto a intensificação nas ações do Programar Rastrear. "precisamos identificar os contatos e ir atrás para quebrar a cadeia de transmissão. Ter um diagnóstico rápido para que possamos ter um controle maior sobre a doença e intensificar a vacinação”, disse Maymone.

Quem relembrou a preocupação quanto a nova variante do coronavírus foi o médico infectologista e pesquisador da UFMS, Julio Croda, que atua como consultor da Secretaria de Estado de Saúde. "Sabemos que essa variante é duas vezes mais transmissora. O nosso sistema de saúde até hoje não colapsou, mas nós nunca passamos por este momento que é bastante delicado. Sabemos que os municípios têm dificuldade de contratar médico ou fazer abertura de novos leitos. Mas, nós temos que estar preparados para os próximos dois meses. Por isso, os municípios precisam seguir às orientações do Prosseguir”.

Atual prefeito de Nioaque, o presidente da Assomasul Valdir Júnior, destacou estar acompanhando a situação epidemiológica do Estado. “Fizemos uma solicitação para podermos participar do COE (Comitê de Operações Emergencial) para que nós possamos tomar decisões em conjunto. Antes, as decisões estavam ocorrendo de forma isolada em cada município. Então, nos colocamos à disposição para que possamos tomar essas decisões em conjunto e obedecendo às regras do Prosseguir, que tem todo um estudo científico para poder trazer aos municípios menores, todas essas informações de combate ao covid”.

Valdir informou que antes do encontro com os técnicos da área de Saúde reuniu-se com presidentes de seis consórcios municipais, visando traçar uma estratégia de atuação, que tem a ideia de que os consórcios passem a comprar vacinas caso o governo federal não cumpra com o PNI (Plano Nacional de Imunização), garantido pelo ministro Eduardo Pazuello, durante videoconferência com prefeitos e a CNM (Confederação Nacional de Municípios), ainda na semana passada.

Os seis consórcios são Cidema (Anastácio, Antônio João, Aquidauana, Bela Vista, Bonito, Camapuã, Caracol, Corguinho, Corumbá, Guia Lopes da Laguna, Jaraguarí, Jardim, Ladário, Maracaju, Miranda, Nioaque, Porto Murtinho, Rio Negro, Rochedo e Sidrolândia); Cidecol (Água Clara, Aparecida do Taboado, Cassilândia, Chapadão do Sul, Inocência,  Paranaíba, Ribas do Rio Pardo e/ Selvíria); Codevale (Angélica, Anaurilândia, Bataguassu, Bataypora, Brasilândia, Ivinhema, Glória de Dourados, Nova Andradina,  Novo Horizonte do Sul, Santa Rita do Pardo e Taquarussu; Cideco (Deodápolis, Douradina, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Itaporã, Jateí, Nova  Alvorada do Sul, Novo Horizonte do Sul, Rio Brilhante e Vicentina; Conisul (Iguatemi, Mundo Novo, Eldorado,  Japorã, Itaquiraí, Naviraí, Jutí, Caarapó,  Tacuru, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia, Aral Moreira e Amambai; e Cointa (Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde , São Gabriel do Oeste e Sonora).

Leia também

• Estudo constata infecção simultânea por duas linhagens do coronavírus

• Veja perguntas e respostas sobre a nova variante "P1" do coronavírus

• Variante do coronavírus é detectada em MS; homem que trouxe esteve em Manaus

• Covid-19 matou 1 mil pessoas a cada 24h nos últimos 45 dias no Brasil

• STF confirma vigência de medidas sanitárias contra a covid-19