04 de maro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Eleições 2020

Corumbá já vive expectativa de confronto Iunes x Duarte

No poder com os votos de Ruiter, prefeito enfrenta desgastes e adversário apoiado por André e Delcídio

A reeleição é o grande objetivo do prefeito Marcelo Iunes (PSDB), que conta com o apoio do governador Reinaldo Azambuja para pavimentar seu caminho, excluindo concorrentes que podem ser obstáculos intransponíveis. Parte dessa operação foi parcial e momentaneamente garantida com a eleição do deputado estadual Evander Vendramini (PP) e a investidura da primeira suplente de deputada federal Bia Cavassa, dois nomes muito fortes para uma eventual polarização da disputa. Mas há outro complicador para o projeto de Iunes: a possível candidatura do ex-prefeito e ex-deputado Paulo Duarte (MDB).

Com o apoio já sinalizado pelo ex-governador André Puccinelli e o ex-senador Delcídio do Amaral, dois dos entusiastas de sua candidatura, Duarte tem na sucessão municipal de sua cidade natal mais uma oportunidade de descontar o amargor que encontrou nas urnas em 2016 e 2018, quando não foi feliz nas tentativas de se reeleger prefeito e depois de retornar à Assembleia Legislativa.

Sucessor de Ruiter Cunha de Oliveira, por quem foi derrotado quando tentou se reeleger, Duarte é uma das principais apostas do MDB sulmatogrossense em 2020. As lideranças do partido já estão avaliando o panorama político em Corumbá e vão encomendar pesquisas de opinião publica e intenção de voto para aferir o conceito da gestão de Iunes junto à sociedade e quais as prováveis opções que mais atendem à expectativa do eleitorado local.

O que vai reforçar as preocupações para Marcelo Iunes não é só o peso eleitoral que Puccinelli e Delcídio ainda conservam e é capaz de decidir disputas em todo o Estado. Os desgastes políticos e a imagem da administração, muito mal avaliada pelos corumbaenses e alvo de denúncias do Ministério Publico, contribuem para diminuir as chances de reeleição neste momento. 

Para reverter a situação, é preciso que o prefeito aja com rapidez e eficiência, dando respostas aos problemas gerenciais, e tenha ainda um julgamento favorável da opinião publica e, sobretudo, dos órgãos de fiscalização e controle que lançaram suspeitas sobre seu governo.