24 de julho de 2021
Campo Grande 33º 17º

DOIS MILHÕES DE VACINADOS

Covid-19: "Ainda não nocauteamos, só foi um jab", diz Secretário de Saúde, Geraldo Resende

Resende defende que que as medidas restritivas sejam mantidas até MS atingir 80% de vacinados

A- A+

Dentro do ringue com os oponentes: população e administração pública contra o vírus da Covid-19 está se desenhando, após 2 anos, para uma vitória contra a doença, que já vitimou desde o início da pandemia o total de 8.537 pessoas. Hoje (12.jul) o número de infectados reduziu consideravelmente, mas em todo o estado 343.827 mil pessoas já foram diagnosticadas com a doença. 

Retratando o embate contra a covid como uma luta de boxe, o titular da Secretaria Estadual de Saúde, Geraldo Resende, afirmou nesta segunda que MS ainda não “nocauteou” seu adversário e defendeu que as medidas restritivas sejam mantidas.

O Estado celebrou hoje a marca de dois milhões de doses aplicadas. Resende defendeu que os municípios continuem pautando suas tomadas de decisões a partir do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir). “Temos vários indicativos que ['a gente'] ainda não nocauteou. Foi um jab (soco curto), um golpe bem aplicado no coronavírus, mas ele é muito resistente. O quadro de Mato Grosso do Sul hoje é dramaticamente melhor do que vivíamos há um mês. Hoje a gente tem um cenário totalmente diferente, mas é preciso estar em guarda. Não pode afrouxar, relaxar”, alertou o secretário.

Resende estimou na coletiva nesta manhã que até o fim de agosto, MS alcance a imunidade coletiva, quando 80% da população terá tomado a primeira dose.