25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

Delcídio trabalha para que base petista tenha 13 aliados

O senador e pré-candidato ao governo do Estado, Delcídio do Amaral (PT), garante que  o número de 11 aliados ao Partido dos Trabalhadores para a campanha de 2014 não ficará estagnado e irá crescer ainda mais, mesmo faltando poucos dias para as convenções, que acontece no dia 27 de junho. Até o momento as siglas PR, PDT, PP, PTB, PROS, PV, PC do B, PSL, PTC, PRP, incluindo o próprio PT,  já afirmaram aos petistas que caminharão ao lado de Delcídio. “Os partidos que já estão conosco totalizam 11 e pode chegar a 13, isso porque é um número bom e emblemático”, disse o parlamentar em meio a sorrisos. Questionado quais seriam esses partidos que poderão integrar sua base , o senador pediu mais tempo para que as siglas sejam reveladas, pois, este é o momento em que as conversas entram na reta final para a definição das alianças. “Temos que esperar mais um pouquinho. Eu estou conduzindo esta reta final com muito cuidado e cautela”, afirmou. Ao ser interrogado quais os nomes irão ocupar  a primeira e segunda vaga de suplente de senado, Delcídio afirma que vários partidos aliados estão pleiteando essas vagas, mas que a construção da chapa será feita ao lado do pré-candidato ao Senado, Ricardo Ayache. “Deve ser um nome que agregue a nossa chapa majoritária e é por isso que deve haver cuidado para amarrar bem esse nome”, finalizou. Tayná Biazus