02 de agosto de 2021
Campo Grande 29º 14º

DEM cogita apoiar PMDB caso Azambuja se alie ao PT em Mato Grosso do Sul

A- A+

Tudo indica que a aliança entre PT (Partido dos Trabalhadores) e o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) pode mudar o rumo de alguns partidos durante as eleições de 2014 em Mato Grosso do Sul. Prova disso, é o apoio do DEM (Democratas) ao deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode não acontecer, caso a executiva nacional aprove uma aliança dos tucanos com os petistas no Estado.

De acordo com o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), seu partido insiste que Reinaldo se lance como pré-candidato ao governo do Estado e espera que a aliança com o PT seja descartada. “Eu defendo uma terceira opção, as pessoas não querem uma chapa branca e preta, não querem PT e PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), elas querem uma outra opção e essa opção é o Reinaldo. Eu caminho pelas ruas, vou ao interior, converso com a população e eles clamam por isso. Não vamos apoiar uma aliança com o PT, vamos aguardar a decisão para ver o que podemos fazer, caso Azambuja se alie ao PT, vamos sentar e definir quais são as propostas e definir se apoiamos o PMDB”.

Mandetta afirma que o DEM deve lançar 15 pré-candidatos para deputado estadual e ressalta sua vontade de se lançar ao governo do Estado ou ao Senado. “O homem público que diz que não tem vontade de governar seu Estado, está mentindo, claro que eu tenho vontade sim de ser pré-candidato ao governo ou até mesmo representar esse Estado lindo que eu nasci no Senado. Meu partido é unido e vamos nos reunir para definir os rumos, mas sem uma decisão não podemos definir nada. Eu não descarto nenhuma candidatura, vamos esperar a decisão e definir os rumos do partido, ainda está muito cedo”, finaliza o deputado.

Dany Nascimento