22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Depois de ameaça de protesto, Bolsonaro desiste de vir a MS receber Medalha Tiradentes

A- A+

Após polêmica e sob ameaças de protesto, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) desistiu de vir a Mato Grosso do Sul receber a medalha Tiradentes do Comando da Policia Militar. Ele enviou uma carte de agradecimento e informou a impossibilidade de vir à Capital na próxima por quarta por conflito de agendas.

A homenagem ao deputado federal tem apoio do governador do Estado e de todo Comando da Polícia Militar baseado nos serviços prestados por Bolsonaro aos policiais militares e em defesa da segurança pública no país.

Ontem, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que apesar de Bolsonaro ser um político bastante polêmico no Brasil, com uma postura criticada em seus discursos, o tucano lembra que o parlamentar já fez inúmeros projetos de lei em favor da segurança pública não só para o Estado, mas a nível de Brasil, e por esse motivo os militares entenderam que seria a pessoa certa a ser homenageada.

“A polêmica que acirra é questão pessoal dele, a homenagem está restrita aos feitos na segurança pública no país, e são muitas leis e fatos positivos que ele trouxe”, disse Azambuja, apoiando a homenagem.

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, é Patrono das Polícias Militares brasileiras. Os militares vêem na figura histórica exemplo de dignidade, honestidade, luta pelos ideais de igualdade e pela melhoria de vida do povo brasileiro.