12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Depois de Zeca, Vander também abre mão do direito de passagem aérea para esposa

A- A+

Depois do deputado federal Zeca do PT anunciar que abriria mão da polêmica passagem aérea para cônjuges custeada pelo poder público, foi a vez do petista Vander Loubet fazer o mesmo.

Vander anunciou ontem em sua página no Facebook, que não usará as passagens e disse que a resolução partiu da Mesa Diretora da Câmara Federal e de um grupo de parlamentares do qual ele não faz parte.

?Da bancada do Mato Grosso do Sul, apenas os deputados federais Carlos Marun (PMDB) e Elizeu Dionízio (SD), que assumiu vaga de Márcio Monteiro (PSDB), atual secretário de estado de fazenda, são favoráveis à passagem.

Confira abaixo íntegra da declaração de Vander Loubet:

"Sobre a questão das passagens aéreas p/ esposas e maridos de deputados e deputadas federais, queria destacar que não vou utilizar esse recurso. Foi uma medida aprovada pela Mesa Diretora da Câmara a pedido de um grupo de parlamentares do qual não faço parte. O ideal eh que a Mesa revogasse a medida. Mas se não revogar, advogo que a população procure fiscalizar quem usara dessas passagens. Isso não eh complicado, pelos portais de Transparência do Congresso da p/ consultar."