06 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

POLÊMICA

Deputado 'Trutis' caçoa doença de humorista e o chama para 'sair no soco' em MS

Acusado de gastar verba pública com 'namorada', Deputado Federal pelo PSL em MS não apresenta defesa, apenas convida humorista para embate físico

Acusado por humorista de página campo-grandense de usar 14 mil de verba pública, para pagar seus prazeres particulares, o Deputado Federal Loester Trutis (PSL/MS), reagiu de forma agressiva chamando o humorista para agressão física."Esse meu recado é para o semi-analfabeto do Marcos Davalos. Queria convidar aqui o Marcos Davalos à 10 minutos para sair no soco, será de você [sic] 'peida' amigão?", disse o Deputado.  

A denúncia feita no MS Notícias, aponta que Loester Trutis, então defensor de “corte de privilégios” à políticos abriga em seu gabinete a advogada Raquelle Lisboa Alves, apresentada em agosto de 2019 com o cargo SP 24 na Câmara dos Deputados. O salário mensal bruto repassado para ela é de R$ 14.485,18. Com os descontos do Imposto de Renda e da Previdência, a remuneração fica em R$ 10.854,12 líquido. Desde a nomeação até junho passado, em 10 meses a moça embolsou R$ 108.541,20 em salários acumulados. A assessora de gabinete também é quem compartilha romance com do parlamentar bolsonarista sul-mato-grossense. (Veja AQUI).

Trutis repete o erro do senador Marcos do Val (Cidadania-ES) que nomeou para cargo público em seu gabinete uma advogada com quem tinha um caso. Foi obrigado a exonera-la.

Além de figurar entre os principais gastadores das verbas extras a que os parlamentares têm direito, o deputado do PSL também bancou necessidades jurídicas com verbas da Câmara. O escritório aquinhoado por Trutis é o Agnelli & Advogados, localizado na Rua da Paz, no centro de Campo Grande. (Veja AQUI).

O deputado vai mais longe, em sua agressão verbal ao cidadão campo-grandense. "O vulgo MMA, dez minutos saindo no soco! [sic] É perigoso eu fazer você falar direito, soltar essa sua lígua presa na tapa na cara", disse o parlamentar.   

Trutis caçoa de uma doença a qual acomete o humorista. Trata-se da anquiloglossia (Língua presa), classificada pela Organização Mundial de Saúde – OMS (ministério da Saúde, 2008), como doença referente às Malformações congênitas, deformidades e anomalias cromossômicas.

Sem apresentar uma justificativa, ou defesa sobre as acusações à ele empregadas, em áudio enviado para um grupo destinado a debater “Eleições 2020”, Trutis ofende o cidadão e tenta, desmoralizar o humorista dada a sua condição financeira, por atrasos relacionado a pensões pagas pelo humorista. Trutis também deixa bastante ressaltado que seu filho faz escola particular em Campo Grande.

Conservador, Anti Comunista Pro Armas e adicionado a tudo isso “moralista”, Trutis está envolvido em polêmicas que vão desde o pagamento de advogados com verba pública até supostos ataques, envolvendo emboscada, em que até a data de hoje não há uma resolução de inquérito pela Polícia Federal que apura a veracidade de uma tentativa de execução do Deputado, ocorrido em 16 de fevereiro deste ano, que na ocasião Trutis e seu motorista teriam saído ilesos da ação. Com isso, Trutis angariou destaque na mídia nacional, elevando seu discurso em favor do armamento. Até o momento ninguém foi preso pelo suposto ataque. (Veja AQUI). 

Apesar de dizer que a mídia tenta 'assassinar sua reputação', Trutis não atende as tentativas de ligação, não responde as mensagens quando questionado sobre as polêmicas em que está envolvido. A reportagem tentou ligar ao menos 5 vezes para o Deputado nesta 6ª-feira, mas nenhumas das ligações foram atendidas. Procurada, sua assessoria de imprensa alegou que Trutis estaria em reunião desde as 10h desta 6ª-feira, sem horário especificado de final da reunião, devido a isso então ele não estaria atendendo o telefone. Sobre a acusação do humorista e sobre ao áudio, a assessoria informou "só com ele", para uma resposta. O espaço fica aberto para futuros posicionamentos.