06 de maio de 2021
Campo Grande 25º 16º

OPINIÃO

Deputados do PSL do Rio batem boca e protagonizam barraco durante sessão na Alerj

Alana Passou acusou o colega de partido Alexandre Knoploch de conspirar contra ela na presença do governador Wilson Witzel (PSC). Presidida pelo senador Flávio Bolsonaro, legenda está rachada no estado

A- A+

Não é novidade para ninguém que deputados do PSL do Rio não falam a mesma língua desde quando assumiram seus mandatos. Mas o que era apenas uma briga interna, de bastidores, tornou-se insustentável e pública. Na última quinta-feira (14), no meio da sessão da Assembleia Legislativa (Alerj), Alana Passos e Alexandre Knoploch, protagonizaram um bate-boca constrangedor.

Segundo testemunhas, Alana acusou Knoploch de conspirar contra ela na presença de Wilson Witzel (PSC). Na confusão, a deputada afirmou que o presidente Jair Bolsonaro não recebe o governador a pedido dela justamente por causa da atitude do colega de bancada.

NERVOS DE AÇO 

Em seguida, tenso, Knoploch mandou Alana "baixar o tom" e negou ter falado mal dela para Witzel. Em seguida, perguntou se a deputada "tinha provas" sobre a acusação. O tempo fechou e a discussão continuou.

O ELO BOLSONARO 

Alana rebateu dizendo que ela será a candidata à Prefeitura do Rio com apoio do presidente. Em tom de ameaça, lembrou a Knoploch ser militar do Exército. A deputada é 2° Sargento Paraquedista.

AS TESTEMUNHAS 

O deputado Gustavo Schmidt (PSL), que estava bem ao lado, assistiu ao barraco de Alana e Knoploch atônito. O plenário estava cheio.

'NÃO PODEMOS DIVIDIR'

Knoploch confirmou: "A deputada Alana, de fato, fez algumas acusações as quais refutei. Espero que ela acredite, pois a respeito. Assim como espero que ela tenha respeito por mim e por minha história. Afinal, somos do PSL e temos uma guerra maior. Não podemos dividir".

OUTRO LADO 

Alana passos não retornou os contatos.

NEM AÍ PARA O RIO 

Os senadores Flávio Bolsonaro (PSL), Romário (Podemos) e Arolde de Oliveira (PSD) faltaram ao convite para falar ontem na CPI da Crise Fiscal.

NÃO É QUEIMADOS 

Leonardo Rodrigues, secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, articula para ser prefeito de Mesquita pelo PSL.

MARACANà

O secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier (PROS), administrará interinamente o estádio.

SEGUE...

Witzel publica nesta terça-feira no DO comissão com sete representantes da Suderj, Casa Civil e secretaria para fazer um pente-fino na gestão da concessão.

NA SUJEIRA 

Funcionários terceirizados da limpeza da Alerj estão com salários atrasados. Ninguém limpou os gabinetes dos deputados.