18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Recurso

Deputados federais irão apresentar emendas para rodovias do Estado

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) se reuniu com a bancada federal de Mato Grosso do Sul na tarde desta terça-feira (5) para tratar sobre as emendas prioritárias do Estado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da União. Segundo Reinaldo, os senadores e deputados federais sul-mato-grossenses decidiram apresentar emendas para investimentos e rodovias e hospitais, entre outros.

“De forma consensual, a bancada decidiu apresentar as emendas para as rodovias Sul-Fronteira, que liga Ponta Porã a Mundo Novo, e MS-419, no trecho entre Rio Verde e Aquidauana. Também ficou definido parte das emendas como apoio para a construção dos hospitais regionais de Dourados e Três Lagoas”, disse Reinaldo. Além das áreas de saúde e infraestrutura, o segmento de meio ambiente deve ser beneficiado com recursos das emendas.

Para o governador, o consenso entre as áreas prioritárias de destinação das emendas mostra diálogo e equilíbrio entre a bancada. “Ganha o Mato Grosso do Sul, com projetos que possibilitam o desenvolvimento do Estado, e ganha as pessoas, que vão ter acesso a polos regionais de saúde estruturados”, exemplificou.

Na quarta-feira (6) encerra o prazo para a bancada federal trabalhar a inclusão de emendas e o acréscimo de metas e prioridades na LDO, com objetivo de viabilizar recursos na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2017. As propostas serão entregues à Comissão Mista de Orçamento (CMO), que define o conteúdo da LOA 2017 e é integrada por três parlamentares sul-mato-grossenses.

Devendo ser votada até o dia 13 de agosto, a LDO é responsável por orientar a elaboração da LOA. Esta, por sua vez, é definida até dezembro e dispõe sobre as alterações na legislação tributária e estabelece a política de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento.

Também participaram da reunião, além do governador Reinaldo, o coordenador da bancada federal, senador Waldemir Moka; os senadores Pedro Chaves e Smione Tebet; e os deputados federais Carlos Marun, Dagoberto Nogueira, Elizeu Dionizio, Geraldo Rezende, Luiz Henrique Mandeta e Tereza Cristina.