30 de novembro de 2021
Campo Grande 31º 22º

"CÂMBIO DESLIGO"

Doleiro suspeito de repassar dinheiro à Padilha, é encontrado morto no RS

Principal hipótese é de suicídio

A- A+

Preso duas vezes, o doleiro Antônio Claudio Albermaz Cordeiro foi encontrado morto dentro de sua casa, em Porto Alegre (RS), na tarde de domingo (24). A Polícia Civil investigará as circunstâncias da morte. Por enquanto, a principal hipótese é de suicídio, segundo informações da rádio GaúchaZH. Em 2018, Tonico, como era conhecido, foi preso pela Operação "Câmbio Desligo" e confirmou que realizava operações escusas pela Odebrecht.

De acordo com delatores, o doleiro teria repassado R$ 1 milhão em espécie em favor do Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil no governo de Michel Temer, preso pela Lava Jato na última quinta-feira (21).

Tonico disse que, em 2014, recebeu um senhor na faixa de 60 anos, alto e totalmente grisalho, para retirar o dinheiro. O homem não teria se identificado, mas afirmou a senha "Angorá" – codinome atribuído a Padilha e ao ex-ministro Moreira Franco, também detido na semana passada.

Dois dias após Tonico ir para a cadeia, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes converteu a detenção em prisão preventiva.