20 de janeiro de 2022
Campo Grande 34º 24º

Ao lado da família imperial, governador destaca importância da colônia japonesa para MS

A- A+

Uma grande festa foi montada pela colônia japonesa no clube de campo da ACNB (Associação Esportiva e Cultura Nipo Brasileira) nesta segunda-feira (2) para receber família imperial do Japão. “A visita do casal imperial é um marco memorativo na relação entre Brasil e Japão”, frisou Acelino Nakasato, presidente da entidade.

Durante sua fala, o príncipe Akishino destacou a história e as conquistas dos imigrantes japoneses em território sul-mato-grossense e também na construção de Campo Grande, e lembrou que desde 1988 não visitava o Brasil.

“Estou ciente de que a comunidade japonesa contribui imensamente para o desenvolvimento de Campo Grande (uma das mais antigas colônias do país), especialmente na construção da estrada de ferra, de São Paulo a Campo Grande”, afirmou o príncipe.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) destacou o fato de que está é a primeira vez na história de Mato Grosso do Sul em que um membro da família imperial japonesa, a mais antiga monarquia do mundo, visita o Estado. Para Reinaldo, o ilustre visitante é um homem preocupado com questões de sustentabilidade e meio ambiente.

Assim como governador, o deputado estadual George Takimoto (PDT) destacou importância da visita para fortalecer e estreitar laços entre Mato Grosso do Sul e Japão. “É uma honra incomparável, é um marco histórico receber aqui dois representantes de uma Nação que tem com o Brasil laços tão fortes de afetividade”, disse. 

“O príncipe (que visitou uma localidade pantaneira no sábado) ficou impressionado com as belezas do nosso pantanal. Tivemos a oportunidade relatar, um pouco, o que é Mato Grosso do Sul e dizer o quanto foi importante a participação dos membros da colônia nipo brasileira na construção do nosso Estado”, finalizou o governador.