27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

EIS A VERDADE

É #FAKE suposta fala de Winston Churchill compartilhada por filhos de Bolsonaro

Frase atribuída ao primeiro-ministro britânico já circulou há dois anos em uma outra versão como sendo de José Saramago. Ela não foi dita por nenhum dos dois.

Circula nas redes uma mensagem que diz que o primeiro-ministro do Reino Unido Winston Churchill, que lutou contra o regime de Adolf Hitler na Segunda Guerra Mundial, é autor da frase: "Os fascistas do futuro chamarão a si mesmos de antifascistas". É #FAKE.

A afirmação falsa já circulou anos atrás e no exterior. E a International Churchill Society (ICS), entidade fundada para preservar a memória do político, em 1968, após sua morte, inclusive, já a desmentiu.

Em agosto de 2018, o governador do Texas, Greg Abbott, a publicou no Twitter. A ICS o corrigiu, dizendo que a frase não está entre as documentadas como sendo de Churchill, e esclarecendo também que o primeiro-ministro era crítico de modelos políticos extremos, como o comunismo e o fascismo.

Abbott deletou o tuíte, mas, em discurso, defendeu a tese contida nele. Desde então, veículos de comunicação vêm esclarecendo que o aforismo não é de autoria de Churchill. Agências internacionais de checagem, como Snopes e Politifact, também já publicaram desmentidos. O National Churchill Museum diz que não há essa frase entre as 15 milhões de palavras catalogadas do político.

No Brasil, a publicação foi impulsionada pelo senador Flavio Bolsonaro e pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, filhos do presidente Jair Bolsonaro. Eduardo escreveu no Twitter: “Winston Churchill, o primeiro-ministro do Reino Unido durante a 2ª Guerra Mundial. Mais profético impossível!” Ao lado, aparece uma foto de Churchill.

As postagens foram feitas neste domingo (31.maio), dia em que manifestações antifascistas e pró-democracia foram realizadas pelo país. A intenção era desqualificar os atos, de oposição ao presidente. A publicação de ambos ainda está no ar, apesar de o desmentido da ICS ser de quase dois anos atrás. Várias outras pessoas também compartilharam a frase atribuída falsamente a Churchill nas redes.

Frase parecida já havia sido atribuída, também em 2018, na Espanha e no Brasil, ao escritor José Saramago. O então senador Lindbergh Farias tuitou, em abril daquele ano: “Os fascistas do futuro não vão ter aquele estereótipo do Hitler ou Mussolini. Não vão ter aquele jeito de militar durão. Vão ser homens falando tudo aquilo que a maioria quer ouvir”.

A Fundação José Saramago também teve de esclarecer: “A mencionada frase não foi escrita ou dita por José Saramago”.