MS Notícias

sbado, 28 de maro de 2020

ESTUDANTE

Eduardo Bolsonaro mente que tem pós-graduação em Economia com TCC parado há 2 anos

Parlamentar fez vídeo afirmando ser pós-graduado em Economia

Por: TERO QUEIROZ*17/07/2019 às 11:42
ComentarCompartilhar
Foto: © Reuters

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) tem citado uma pós-graduação em Economia como uma das credenciais que o qualificariam para assumir a embaixada brasileira em Washington. O filho "03" de Jair Bolsonaro, no entanto, ainda não se formou. Falta entregar o trabalho de conclusão de curso, iniciado em março de 2016 e até o momento ainda em produção. 

Na sexta-feira (12), por meio de vídeo, após a manifestação do pai [Jair Bolsonaro] de que poderia indicá-lo ao cargo de embaixador em nos Estados Unidos, Eduardo fez meção ao seu currículo. “Sou formado em direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), advogado concursado, passei na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), escrivão da Polícia Federal, um pós-graduação em Economia, falo inglês, português, espanhol”, disse. Vale lembrar que a língua nativa não é nem peso curricular. 

Os colegas de turma de Eduardo, se formaram em 2017. Trata-se de pós-graduação latu sensu, que confere o título de especialista, iniciativa do Instituto Mises Brasil em parceria com o Centro Universitário Ítalo Brasileiro, com sede em São Paulo.  Eduardo fez parte da primeira turma, os colegas destas estão formados, mas ele não, já que não entregou o TCC. 

A reportagem da Folha de S. Paulo enviou perguntas ao Instituto Mises Brasil sobre a situação de Eduardo no curso. A instituição confirmou que ele ainda não concluiu a pós. Procurado por meio de sua assessoria, o deputado não se manifestou.

De acordo com um de seus professores, que preferiu não se identificar, o deputado era calado e tentava absorver e entender os liberais.

O curso procurado por Eduardo Bolsonaro tem atraído diversos deputados federais. Na turma que iniciou as aulas em 2019 há quatro: Tiago Mitraud (PSL-MG), Paula Belmonte (Cidadania-DF), Felipe Barros (PSL-PR) e Carlos Jordy (PSL-RJ). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deixe seu Comentário

TV MS

27 de maro de 2020
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma