20 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 26º

Política

Eduardo Girão critica decisão do STF sobre suspeição de Moro

A- A+

Em pronunciamento nesta quarta-feira (24), o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) a favor da suspeição do ex-juiz federal Sergio Moro em relação ao julgamento que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A maioria da Segunda Turma do STF considerou Moro parcial no processo que envolvia Lula e um apartamento tríplex em Guarujá (SP).

Girão afirmou que Sergio Moro é um dos "heróis do país". Ele disse que a decisão do STF é "esdrúxula" e que o país está vivendo uma situação muito grave e delicada. Para o senador, "o conceito ético do povo brasileiro é diferente" do conceito utilizado nas decisões dos Supremo Tribunal Federal.

O STF desfaz o sonho de que a justiça no Brasil finalmente começava a ser para todos. Mas nós não vamos desistir desse sonho, vamos insistir no fim do foro privilegiado, que o Congresso tem que votar, e a questão da prisão em segunda instância, que precisa retornar.

O senador defendeu a instalação da CPI da Lava-Toga para investigar decisões de tribunais superiores. Além disso, ele argumentou que a mudança precisa começar no Parlamento. 

O Senado tem sido omisso e conivente quando não analisa pedidos de impeachment de alguns ministros [do STF] que têm indícios para serem avaliados. Há décadas [esses pedidos de impeachment] são sistematicamente engavetados de forma monocrática pelo presidente do Senado. 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)