28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

Eduardo Rocha acredita que apoio a Dilma não influência na opinião dos eleitores do Estado

O presidente regional do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) no Estado e deputado estadual Junior Mochi (PMDB) está em Brasília reunido com as lideranças nacionais dopartido, para discutir o possível apoio do partido à presidente Dilma Rousseff (PT). Diante disso, o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) afirmou na tarde de hoje que o apoio à presidente não mudará o pensamento dos eleitores em relação aos pré-candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul.

“Não vejo tanta influência aqui no Estado em relação ao apoio à presidente Dilma, quem vai votar na nacional é uma coisa, aqui é outra. Isso não interfere em nada. Eu que sou pré-candidato vou aguardar a decisão do partido”, afirma o deputado.

Eduardo faz questão de destacar que reconhece tudo que a presidente Dilma Rousseff (PT) fez por Mato Grosso do Sul, mas ressalta que Lula, em quatro anos de mandato como presidente do Brasil, fez muito mais. “Eu reconheço que a Dilma fez muito por Mato Grosso do Sul, mas o Lula em quatro anos, fez muito mais, fez o dobro do que a Dilma fez pelo Brasil nesses quatro anos”.

Mesmo reconhecendo o trabalho dos petistas pelo Estado, Eduardo faz questão de ressaltar que ambos “não fizeram mais do que a obrigação deles”, já que 60% de todo imposto que é recolhido nos estados do país é destinado ao governo federal para investimentos. Rocha afirma que o objetivo do PMDB é apoiar um pré-candidato que ofereça o melhor ao Estado e ao país.

 Dany Nascimento