21 de junho de 2021
Campo Grande 27º 16º

Eleições: Estado proíbe comercialização de bebidas amanhã

A- A+

A lei seca foi adotada por pelo menos 13 estados, além do Distrito Federal, no segundo turno das eleições de amanhã. Em Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Roraima, Alagoas, do Pará, Piauí e Ceará, a proibição começa a valer no início da madrugada de domingo. Em Minas Gerais, no Paraná e no Rio Grande do Norte, a restrição será a partir das 6h de domingo.

Como não há lei nacional proibindo a venda de bebidas alcoólicas, a decisão fica a critério da Secretaria de Segurança Pública de cada estado.

Três estados começam a proibir a venda de bebida hoje, Maranhão, a partir das 18h, no Amapá, às 20h e, no Amazonas, às 22h. No Acre, a assessoria da Secretaria de Segurança Pública não soube informar o horário de início da proibição.Nos Estados do Rio Grande do Sul, Espírito Santo, de Santa Catarina, Pernambuco, Goiás e Mato Grosso, a venda de bebidas no dia de votação será livre. Já em Rondônia e no Tocantins, haverá restrição em algumas zonas eleitorais, mas não em todo o estado.

Os governos do Rio de Janeiro, de São Paulo, da Paraíba e Bahia ainda não decidiram se será proibida a venda de bebida alcoólica no dia da eleição.

Dany Nascimento