18 de setembro de 2020
Campo Grande 36º 21º

Em alta nas pesquisas, Dilma entrega 5460 casas

images-cms-image-000380093

Ainda digerindo os bons números da pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira 2, que apontou crescimento de quatro pontos percentuais nas intenções de votos, a presidente Dilma Rousseff lançou nesta manhã a terceira etapa do programa Minha Casa Minha Vida com a entrega simultânea de 5.460 moradias em 10 cidades de sete estados, além do Distrito Federal. Dez ministros participaram do evento, em cada um dos municípios, interagindo com Dilma, que estava em Paranoá, a 20 quilômetros de Brasília.

"O Minha Casa Minha Vida garante, sim, o direito à moradia digna", discursou a presidente. "Celebrem essa conquista, conquista que é de vocês, porque hoje nós podemos nos orgulhar de termos um programa do tamanho das necessidades de nossa população", acrescentou. Segundo ela, à época da criação do programa, tinha "gente de todo tipo que falava 'não vai dar certo'", e que, por isso, o caminho "não foi fácil". Ao anunciar a construção de mais três milhões de casas a partir de 2015, afirmou: "aquilo que está dando certo tem que ter continuidade".

Ela mandou mais um recado aos críticos dos projetos sociais do governo do PT. "Economistas achavam que era um pecado mortal tirar dinheiro do Tesouro e dar como subsídio para aqueles que mais precisam. Nós não achamos não, nós achamos que era uma virtude", disse Dilma, sob aplausos. Ao dizer que "este é o País da casa própria", defendeu ainda que "o filho do pedreiro possa ser doutor, que a empregada doméstica, não só tenha sua casa própria, mas possa viajar de avião".

A terceira etapa do programa tem por meta a contratação, a partir de 2015, de três milhões de novas unidades habitacionais. O lançamento estava previsto inicialmente para o mês de junho. Na primeira etapa, foram construídas um milhão de moradias e, na segunda etapa, que está em vigor, a meta é chegar a 2,75 milhões de casas até o fim deste ano. A terceira fase do programa seguirá a mesma metodologia das anteriores, com consulta às empresas, movimentos sociais e estados, segundo a presidente Dilma.

Confira abaixo os números e os locais dos residenciais entregues hoje pelo governo, que beneficiará mais de cinco mil famílias.

Paranoá (DF): famílias vão morar no Residencial Paranoá Parque Belford Roxo (RJ): 500 famílias que vão morar no Residencial Monza Betim (MG): 474 famílias mineiras vão morar no Residencial São Marcos I Curitiba (PR): 480 famílias vão morar no Residencial Imbuia lI e III e nas etapas IV, V e VI do Residencial Aroeira Duque de Caxias (RJ): 496 famílias vão morar no Residencial Parma Governador Valadares (MG): 653 famílias vão morar no Loteamento Vitória, no bairro Tiradentes Jequié (BA): 600 famílias estão recebendo as chaves de sua casa no Residencial Jardins da Cachoeirinha III e IV Joinville (SC): 320 famílias vão morar no Residencial Engenheira Rúbia Kaiser Juazeiro do Norte (CE): 713 famílias vão morar no Residencial Manoel Raimundo de Santana Filho Santo André (SP): 380 famílias vão morar no Residencial Guaratinguetá 3 e 4

Brasil 247