01 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 19º

Em depoimento, Bernal afirma ter orientado pessoas a denunciar golpe de cheque

A- A+

Após prestar depoimento como testemunha do processo em que o vice-prefeito afastado Gilmar Olarte é réu por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, na sede do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) disse nesta sexta-feira (27), que as articulações que envolveram negociação de cheques com pessoas ligadas à Olarte ocorreram sem que ele soubesse.  

De acordo com Bernal as movimentações foram feitas “nas suas costas” e foi procurado diversas vezes por pessoas que emprestaram cheques para Olarte. “Eu apenas orientava as pessoas a denunciar. Tive conhecimento do vídeo em que o Salém negociava cheque antes de ter sido divulgado a imprensa, mas isso não foi encomendado, chegou a mim espontaneamente. Eu não tenho nada a ver com isso”, afirma Bernal.

O prefeito Alcides Bernal disse que espera condenação de Olarte, ressaltando que pois tem “convicção” de que vice-prefeito é culpado. “Tenho convicção que Olarte é culpado e quero que ele receba pena justa.”