18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

EX-MINISTRO

Em 'fuga': Pazuello recorre ao STF para ficar em silêncio na CPI

Pedido da AGU foi distribuído ao ministro Ricardo Lewandowski, responsável por uma série de procedimentos em tramitação no STF sobre as ações do governo federal no enfrentamento à pandemia

A- A+

Após ganhar o direito de depor muito depois da data estipulada, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), a nova fase de fuga do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello ganhou um novo capítulo.

A Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou hoje (13. maio) habeas corpus ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que pede autorização para o ex-ministro se mantenha em silêncio na CPI. 

O depoimento dele na comissão está marcado para o próximo dia 19.

O órgão que faz a defesa judicial do governo federal também pede que Pazuello possa ser acompanhado de um advogado no dia que for à CPI.