29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

Em nome de Delcídio, Carlão renuncia a pré-candidatura de deputado e pode sair do PSB

O vereador Carlão, presidente municipal do PSB, preferiu não participar do encontro do partido que acontece neste momento em Campo Grande e conta com a presença do pré-candidato do PMDB ao governo do estado Nelson Trad Filho. Para Carlão, o PSB está cometendo um erro ao apoiar Nelsinho ao invés do pré-candidato petista senador Delcídio do Amaral. "Para começar abri mão da minha candidatura a deputado federal, pois não vejo espaço para mim nem chance de vitória em uma chapa com PMDB. Tenho certeza que o partido está na direção errada e assim como eu pelo menos mais 150 pessoas do partido ligadas a mim também acreditam nisso." Carlão já considera a possibilidade de se licenciar do partido ou até mesmo se desfiliar para apoiar Delcídio e garante não ter medo de represálias. "Se for necessário vou me licenciar e usar toda minha estrutura pessoal para fazer campanha para Delcídio e e Eduardo Campos, pois credito que Campos de fato é a renovação que o Brasil precisa, mas no Estado o nome certo é Delcídio", afirma Carlão. Para o vereador, a escolha do PSB foi errada e não se baseou em pesquisas. Carlão defende que a executiva estadual do partido deveria ter consultado a base, e, segundo ele, caso a consulta tivesse sido feita, o escolhido certamente seria Delcídio. O vereador fez questão de ressaltar que não possui dono e que vai fazer o que for necessário para garantir a vitória de Delcídio nas eleições deste ano. "Meu voto é independente do partido, mas sei que todos aqueles que me seguem vão votar no Delcídio e para um que me segue dentro do PSB existe mais uns 30 que os acompanham", afirma Carlão. Heloísa Lazarini e Tayná Biazus