10 de abril de 2021
Campo Grande 35º 20º

Em nota, PT afirma que presidente da Câmara de Jateí não pertence à legenda desde agosto

Em nota divulgada na tarde desta quinta-feira (10), o diretório regional do PT, em Mato Grosso do Sul informou que o presidente da Câmara de Vereadores de Jateí, município distante  a 260 quilômetros de Campo Grande - Francisco Alves de Araújo (PT), o “ Tiquinho” não pertence aos quadros  de filiados do partido desde o dia 28 de agosto de 2015. Araújo foi preso na manhã desta quinta pelo Geaco (Grupo de Atuação Especial e combate ao Crime Organizado. A prisão faz parte da Operação Polígrafo.

Araújo  está sendo investigado por suspeita de peculato, falsidade ideológica, falso testemunho e associação criminosa. Além do presidente da Câmara também foram presos  as vereadoras Rose Monica Duck Ramos (PSL) e Maria Aparecida Neres Leite (PR), mulher do ex-prefeito de Jateí, Eraldo Jorge Leite. Rose foi presa em Jateí na sua residência e Maria foi presa na Capital. Entre as denúncias contra os parlamentares está ocupação de dupla função pública, por acumularem cargos na Prefeitura de Jateí enquanto exercem mandato de vereador. 

Embora executiva regional do PT afirme que desligamento de Francisco Alves de Araújo tenha ocorrido no mês de agosto de 2015, conforme  registo do TRE/MS ( Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), a desfiliação do vereador foi oficializada em 17 de outubro deste ano.