27 de setembro de 2021
Campo Grande 34º 22º

Política

Em parceria com o setor privado, ALEMS contribui ao avanço da testagem em massa no Estado

A- A+

Entre as ações da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) no enfrentamento da pandemia da Covid-19 está o apoio à iniciativa do setor privado para o avanço da testagem em massa da população. Nesta quarta-feira (4), o presidente da Casa de Leis, deputado Paulo Corrêa (PSDB), participou, em Corumbá, da inauguração de um drive-thru para testagem em massa dos moradores desse município e de Ladário. Para o parlamentar, a medida é uma forma inteligente de combater o avanço da doença.

"Testagem é uma ação inteligente. Se pudermos testar e separar as pessoas que estão com Covid-19 é uma forma inteligente de tratar o assunto", considerou Paulo Corrêa. O presidente da ALEMS também parabenizou a iniciativa privada, de modo específico a Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS), que é a idealizadora do projeto de testagem em massa nos municípios do Estado, e a concessionária Energisa, parceria da FIEMS na ação. "É muito bom estar aqui e comemorar uma ação inédita, um mutirão para combatermos o coronavírus. Quero parabenizar a iniciativa privada e a indústria", afirmou.

Além do drive-thru para testagem, Corumbá receberá doações do Movimento Unidos pela Vacina, coordenado pela FIEMS em parceria com a Energisa. Foram doados ao município diversos insumos e um ultrafreezer para conservação das vacinas. O Movimento Unidos Pela Vacina reúne cerca de 40 empresas para suporte, compra e doação direta de materiais às secretarias municipais de Saúde.

Além do apoio do setor empresarial, o deputado Paulo Corrêa destacou o empenho dos profissionais de Saúde, a logística aplicada no Estado e o trabalho desenvolvido pelo secretário de Saúde, Geraldo Resende pelo governador Reinaldo Azambuja. O parlamentar enfatizou que Mato Grosso do Sul lidera o ranking nacional de imunização da Covid-19, lembrando que, nesta semana, o Estado passou da marca de 80% do público vacinável com a primeira dose da vacina e 45% com as duas doses ou dose única.

Para o presidente da FIEMS, Sérgio Longen, a iniciativa privada tem papel importante no sucesso da imunização contra a Covid-19 no Estado. "Muitos amigos perguntam por que Mato Grosso do Sul lidera a campanha de vacinação e o que é feito. Eu entendo que é essa união entre os pares que podem colaborar com o processo que tem feito a diferença", disse.

(Com informações das assessorias da Presidência da ALEMS e da Fiems)