25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Em solenidade no TRF3, Reinaldo Azambuja destaca importância do Judiciário para a democracia

A- A+

Ao participar na noite desta quinta-feira (1.3) da posse da nova diretoria do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) em São Paulo, o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância do Judiciário para o fortalecimento da democracia e garantia de uma sociedade jurídica e socialmente justa.

“Todos os pilares da democracia precisam ser sólidos para manter fortalecido o Estado de Direito, que pressupõe a independência dos poderes, mas requer a harmonia nas ações do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, cujas atribuições e prerrogativas não podem perder de vista as garantias individuais e os interesses da coletividade à luz da Constituição Federal”, afirmou o governador.

A nova presidente do TRF3, desembargadora federal Therezinha Cazerta, disse que o Tribunal, que tem a jurisdição sobre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, é o que mais processos julga e que, diante da situação de crise que o País atravessa, é preciso ter criatividade. “O quadro exige cada vez mais soluções criativas e responsáveis, que maximizem nossa capacidade de resolver demandas, em um tempo razoável”, afirmou.

No discurso de posse, Therezinha Cazerta enfatizou que “o Judiciário assume um protagonismo inédito. O ato de julgar não se restringe ao gerenciamento de estatísticas, o desafio jurisdicional é produzir em quantidade, mas com qualidade. Temos de fazer uso da tecnologia, mas não transformar o Judiciário em linha de montagem”.

Também foram empossados o desembargador federal Nery da Costa Júnior no cargo de vice-presidente e o desembargador federal Carlos Muta como corregedor-regional. Além do governador Reinaldo Azambuja, participaram da solenidade de posse da nova direção do TRF3 a presidente do SRJ, ministra Laurita Vaz, o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, Maria Cristina Aziouva, chefe do Ministério Público Federal da 3ª Região, e o presidente da OAB/MS, Mansur Karmouche.