28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

Encontro do PMDB amanhã fortalece o partido para campanha deste ano

Acontece amanhã em Dourados – distante 225 quilômetros de Campo Grande -  o encontro do PMDB, que irá reunir representantes dos municípios, tanto do executivo como legislativo, além de deputados federais e estaduais. Além desses, o vice-presidente da República, Michel Temmer e o presidente nacional da sigla e senador, Valdir Raupp e o governador do Estado, André Puccinelli se farão presentes.

A expectativa do encontro é a melhor possível, pois é o momento para que o partido se una ainda mais e se fortaleça para enfrentar os desafios da campanha deste ano. No encontro será oficializado os nomes de Nelsinho Trad, para governo do Estado e de Simone Tebet para senado.

Conforme confirmou o deputado estadual, Junior Mochi, o encontro irá reunir cerca de 300 lideranças peemedebistas. Foram convidados para participar lideranças de outras siglas, como a deputada estadual, Mara Caseiro (PT do B), o deputado estadual, Lídio Lopes (PEN),  o prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), dentre outros. “O convite é direcionado as lideranças do partido, as executivas do PMDB, mas convidamos também lideranças de outros, daqueles que fazem parte da nossa base aliada”.

Para a vereadora Carla Stephanini , a presença de Michel Temer na convenção engrandece a realização do encontro, contribuindo nas discussões. “Esse é um momento de diálogo político importante, ele une e agrega o PMDB. O Michel vai emprestar toda sua inteligência e acrescentar nesse encontro”, acrescenta.

Já o deputado federal Fábio Trad, aguarda o dia de amanhã com muito entusiasmo e grande expectativa, pois é o momento de união e onde serão fortalecidos e legitimados os nomes de Nelsinho e Simone.

O desejo do diretório nacional, onde, o PMDB estadual deverá apoiar a presidente do Brasil, Dilma Rousseff não será discutido nesse encontro.  O assunto será debatido na convenção nacional. Até o momento, somente Puccinelli manifestou seu apoio a presidente, pois ele considera-se grato por tudo que Dilma realizou no Estado, com a destinação de recursos para o MS Forte II.

Tayná Biazus