03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Mesmo com investigações e dança das cadeiras, vereadores consideram 2015 ano produtivo

A- A+

Vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande avaliaram negativamente o ano no legislativo municipal em 2015. Segundo parlamentares, os trabalhos da Casa foram realizados em meio a uma turbulência que envolveu investigações, renúncia de presidência, afastamento de prefeito e cassação de vereadores.

Chiquinho Teles (PSD) mostrou-se desolado ao dizer que “ esse foi um ano para esquecer, não se tem muito para comemorar, é como se a cidade morena estivesse sem maquiagem... está triste sem brilho”, disse vereador.

Apesar dos embates com Executivo, Carlão (PSB) considerou o ano produtivo. Na avaliação do parlamentar, a Câmara conseguiu cumprir com as atividades efetivando a votação de todas as matérias. “Poderia ter sido melhor, mas na medida do possível foi bom”, ressalta.

Seguindo a mesma observação de Carlão, Alex do PT afirmou que 2015 foi um ano “favorável para os projetos”. “Só meu tiveram quatro ou cinco projetos aprovados que beneficiam diretamente a população”, disse Alex.