30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Estado cede policiais da PRF para Copa causando irritação do governador

O governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), demonstrou certa irritação na manhã de hoje ao ser questionado sobre o número de policiais que o Mato Grosso do Sul deverá ceder para a Copa do Mundo neste ano. Dos 450 policiais rodoviários federais que o Estado possui 115 estão cedidos.

Puccinelli afirmou também que não há como não enviar os policiais, pois essa é uma determinação do Ministério da Justiça, mas que o número cedido é o menos possível. “Não posso deixar de enviar, mas será o mínimo possível, a Copa não é aqui”, desabafou.

Apesar de a Capital ter se candidatado para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014, a escolhida pela Fifa (Federação Internacional de Futebol), foi a capital do estado vizinho, Cuiabá, no Mato Grosso.

Puccinelli destacou que o Estado está contratando policiais que estão fazendo academia, pois Mato Grosso do Sul possui desfalque na segurança pública, e mesmo assim, deverá enviar parte do efetivo. “ Estou contratando, eles estão fazendo academia e me tiram os policiais daqui para a Copa”.

A assessoria da polícia rodoviária federal afirmou na manhã de hoje para o site MS Notícias que o trabalho será realizado normalmente, mesmo com parte do efetivo especializado ter sido cedido, e ressaltou que nenhum posto policial, dos 22 que o Estado possui e delegacias não serão fechados e que medidas estão sendo tomadas para não haver prejuízos no Estado.

Tayná Biazus