30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

NA RUA

Exoneração de Regina Duarte é publicada e ela fica desempregada

Ainda não foi realocada oa cargo na Cinemateca

O presidente Jair Bolsonaro exonerou nesta 4ª-feira (10.junho) Regina Duarte do cargo de secretária especial da Cultura do Ministério do Turismo. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União de hoje. A atriz tomou posse na secretaria em 4 de março e foi exonerada após pressão da ala ideológica do governo. Ela justificou que seria realocada para um cargo na Cinemateca Brasileira em São Paulo, mas até o momento encontra-se desempregada após deixar 40 anos de contrato na Rede Globo para assumir a secretaria no governo bolsonarista.  

A saída de Regina foi anunciada no dia 20 de maio, mas formalizada apenas hoje. Naquela ocasião, Bolsonaro informou que ela assumiria o comando da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, mas ainda não houve nomeação oficial. A instituição, ligada à Secretaria Especial da Cultura, é responsável pela preservação da produção audiovisual do país. Iterlocutores culturais indicam que Bolsonaro está enfrentando resistência ao nome de Regina a frente de um cargo na Cinemateca e que por isso presidente já teria ameaçado por fim na instituição. 

Em sua conta no Instagram, Duarte expressou alívio ao publicar uma foto documento que formaliza a exoneração. Ela comentou: "Deu-se! #ufa".

Publicação de Regina Duarte em rede social após exoneração da atriz do cargo se secretária de Cultura — Foto: Reprodução 

Assinam a exoneração de Regina Duarte, Bolsonaro e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.