27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Ex-presidente Lula é denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado pela Promotoria de Justiça de São Paulo pelos crimes de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro envolvendo o tríplex 164 no Guarujá. 

Segundo promotoria, Lula omitiu ser o proprietário do apartamento no Edifício Solaris. O tríplex está registrado em nome da empreiteira OAS, que também foi responsável pelo custeio R$ 777 mil referente a uma reforma no imóvel feita entre os meses de abril e setembro de 2014.

A denúncia tem base nas investigações realizadas pelos promotores José Carlos Blat e Carlos Conserino. Blat foi responsável por um inquérito que investigou Bancoop, cooperativa responsável pela construção do Edifício Solaris, em 2007.

Em 2006, quando Lula se reelegeu, o ex-presidente declarou à Justiça Eleitoral, em sua prestação de contas, ter cota de R$ 47 mil na Cooperativa Bancoop, em nome de sua esposa Marisa Letícia. Porém, a promotoria de Justiça de São Paulo afirma ter indícios de que na realidade, Lula é verdadeiro dono do tríplex e teria ocultado isso da Justiça, o que caracteriza falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. 

Além de Lula, foram denunciados sua esposa, Marisa, o filho mais velho do ex-presidente, Fábio Luiz Lula da Silva, o Lulinha, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o empresário Léo Pinheiro da OAS e mais 12 investigados.

Em nota a defesa de Lula e o Instituto Lula afirmam ter recebido notícia sem surpresa uma vez que a possibilidade da denúncia já havia sido noticiada pela revista Veja em edução que trouxe entrevista com promotor Carlos Conserino na qual ele já dizia ter intenção de denunciar Lula. A defesa de Lula e o Instituto reiteram que o ex-presidente não é o dono do apartamento no Guarujá e disse que promotor não é o promotora natural do caso.