03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Flávio Cesar se reúne com representante da PM após “confusão” na Casa de Leis

A- A+

O presidente em exercício da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Flávio César, se reuniu com o presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul), Edmar Soares da Silva, para esclarecer o episódio da última quinta-feira (22), quando dois homens armados, depois identificados como policiais militares, estiveram no Plenário Oliva Enciso. Segundo Flávio, houve um mal entendido e o fato está superado.

“Como eles disseram ser policiais, fomos ao Comando Geral para tentar identificá-los e, como não conseguimos, fizemos o Boletim de Ocorrência. Em nenhum momento fomos contra a instituição Polícia Militar, mas queríamos resguardar a Casa. Se tivéssemos a certeza de que eram policiais militares, que são sempre bem vindos nesta Casa, o fato não teria tido essa repercussão”, garantiu.

No dia seguinte ao fato, o prefeito Alcides Bernal (PP) foi até a Câmara e admitiu conhecer os dois indivíduos, revelando pela primeira vez aos vereadores se tratarem de policiais militares. “Conheço os policiais, eles são lotados na ouvidoria, mas tomei conhecimento dos fatos pela imprensa. Eles são cidadãos e estiveram aqui nesta condição. Tudo já foi esclarecido”, disse à imprensa.

O representante da categoria afirmou conhecer o momento político que vive a Capital e afirmou que o fato não deve ser usado para disputas políticas. “Às vezes, quando a instituição não pode defender o policial, eu os defendo. Defendo os policiais militares e, quando falo pela instituição, me coloco em uma situação apolítica”, disse.

Por fim, Flávio reforçou que a “Câmara de Vereadores sabe da importância do trabalho da Polícia Militar para a sociedade, sendo que em nenhum momento criticou a seriedade da instituição e de seu corpo de pessoas”.