28 de outubro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Corrupção

Futuro ministro de Bolsonaro pode ter recebido mais de um repasse via caixa dois

Onyx confessou à Justiça Eleitoral ter recebido R$ 100 mil não declarados

A- A+

O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) pode ter recebido uma segunda doação eleitoral via caixa dois, segundo sugere uma planilha entregue por delatores da JBS à Procuradoria-Geral da República (PGR).

O documento revelado pelo jornal “Folha de S.Paulo” aponta que o futuro ministro da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro teria recebido R$ 100 mil em 2012.

“O pagamento a ‘Onyx-DEM’ foi feito em 30 de agosto daquele ano, em meio às eleições municipais. Segundo os colaboradores, o dinheiro foi repassado em espécie”, diz o relatório citado pela Folha.

No ano passado, Onyx confessou à Justiça Eleitoral ter recebido R$ 100 mil não declarados para a campanha de 2014. No entanto, ele até agora não admitiu ter obtido este segundo valor.

O caso é investigado pela PGR desde agosto, por ordem de Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).