26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

ELEIÇÕES | MARACAJU

Gestão com melhores índices de avaliação é combustível de Lenílso na campanha

O prestígio pessoal de Maurílio e o êxito governamental pesam de forma diferenciada nesta eleição

O prefeito Maurílio Azambuja (MDB), de Maracaju, é um dos melhores da atual safra de gestores em 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Aferidos pelos institutos de pesquisa, os índices de aprovação administrativa e popularidade estão sempre entre os primeiros, o que por si já explica o quadro de desenvolvimento maracajuense.

O prestígio pessoal de Maurílio e o êxito governamental pesam de forma diferenciada nesta eleição, até porque o candidato emedebista à sucessão local era o responsável pelo núcleo de inteligência estratégica da gestão: Lenílso Carvalho, que foi o condutor das políticas publicas municipais de Finanças, Planejamento e Administração. 

Das soluções desse núcleo vieram as conquistas e respostas vitoriosas aos desafios, como a regularização financeira. A prefeitura de Maracaju paga em dia - e às vezes até adiantado - a folha salarial do funcionalismo e cobre regularmente os compromissos com fornecedores. Não tem restrições que impeçam a liberação de projetos e recursos federais. E ainda com recursos próprios, os cofres municipais garantem investimentos que vão dos serviços mais simples às operações de maior envergadura, como a compra de caminhões para trabalhos de manutenção na cidade.

A DISPUTA

Com os retratos das ações que protagonizou no Executivo e de seu currículo pessoal, vitaminado pelo apoio do prefeito, Lenílso agora começa a trabalhar o debate com os eleitores para apresentar suas ideias e debatê-las com a sociedade, exercitando sua capacidade de mobilização e atração dos eleitores. Tem na companhia de chapa uma pessoa benquista na cidade e testada na vida publica, como médica e servidora da rede de saúde, Lidiane Chiesa, em chapa pura.

O candidato do PSDB é o comerciante Marcos Calderan, que chamou para vice outro empresário, Mauro Christianini, o "Maurão da Boa Vista" (DEM). A homologação da chapa deu bem uma ideia das fichas nas quais a chapa vai apostar: o empurrão dos cardeais tucanos, como sinalizaram as presenças do presidente do diretório regional, Sérgio de Paula, e deputada federal Rose Modesto.

Marcos Calderan e o vice, Mauro Christianini. Foto: Reprodução 

Por seu turno, o Avante vem com o Professor Jeamílton de Oliveira Barbosa para disputar a prefeitura, com a vereadora Eliane Simões, do PSB, para vice. São duas lideranças atuantes no município e acreditam que podem fazer a diferença apresentando-se como terceira via.

Professor Jeamílton de Oliveira Barbosa e a vereadora Eliane Simões. Foto: Reprodução