02 de agosto de 2021
Campo Grande 29º 14º

Gilmar Olarte anuncia primeiras medidas como prefeito da Capital

A- A+

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP) já está trabalhando em seu primeiro dia de mandato, com intuito de buscar medidas emergenciais para solucionar os problemas enfrentados pela população campo-grandense,e destaca que a primeira medida tomada será montar um mutirão para realizar a limpeza da cidade.

Segundo Gilmar, ele já solicitou um levantamento sobre as condições de limpeza das vias e espaços públicos da Capital à Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), apontando quantas ruas necessitam de limpeza, quantos funcionários serão necessários para montar um mutirão. " O principal objetivo, é deixar a cidade limpa em 30 dias."

Como o número de funcionários da Seinthra é pequeno e não supre a quantidade necessária para efetuar a limpeza da Capital, o prefeito garante que mais servidores de limpeza serão contratados.

Outra ação de Gilmar será uma reunião, realizada amanhã, com o superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes para verificar quanto a Capital tem de recurso disponível para investir nas áreas de transporte, infraestrutura e habitação.

Preocupado com o atraso na entrega dos uniformes e kits escolares da rede municipal, Gilmar ressaltou que vai se informar sobre o andamento da licitação, verificar porque ainda não foi feita e providenciar para que tudo seja feito o mais rápido possível dentro da legalidade. Sobre o kit escolar, o prefeito afirma que a licitação foi feita e falta apenas ser homologada.

Questionado sobre uma reforma no secretariado, o prefeito optou por não citar nomes, mas ressaltou que vai se reunir com alguns partidos ainda nesta tarde, entre eles, o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) para ouvir sugestões de novos secretários. Gilmar disse também, que não sabe quem sai e nem quem permanece nas secretarias, pois ele pretende avaliar os critérios de contribuição dos secretários e a capacidade técnica daqueles que estão à frente das secretarias para decidir se continuam ou não.

Ao falar dos problemas levantados com a Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e do Agronegócio), Olarte diz que pretende conversar com o PMDB e solicitar que o vereador Edil Albuquerque seja cedido para se tornar secretário, destacando toda a experiência do vereador que é ligado ao setor empresarial da Capital.

Mas, Edil garantiu que se sente lisonjeado com o convite, mas não pretende aceitar. “Me sinto lisonjeado com o convite, mas não vou aceitar. Vou trabalhar para o desenvolvimento do setor econômico de Campo Grande, estarei a disposição para ajudar a escolher alguém que tenha competência para ocupar  o cargo”.

Dany Nascimento e Heloísa Lazarini