22 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 18º

Giroto aguarda 2016 para se candidatar a prefeito de Campo Grande

O Secretário de Obras Públicas e Transportes de Mato Grosso do Sul, Edson Giroto, afirmou na manhã de hoje que irá finalizar o seu trabalho ao lado do governador André Puccinelli (PMDB) e após o término trabalhar para, talvez, se candidatar em 2016 a prefeito de Campo Grande. Girotto afirma que para isso irá traçar seu caminho com  princípios, sem mentir e enganar a população da Capital.

Aproveitando o momento, o secretário resolveu explicar o motivo pelo qual desistiu de tentar a reeleição e fez uma crítica ao Congresso Nacional. “Não consigo defender o congresso nacional, porque a ideologia do congresso hoje, ela é de maioria não ideológica, individualista, isso me chateia na vida pública”. Giroto afirma que prefere sua política que traz benefícios ao Estado e a Capital, do que disputar uma eleição onde não confia no Congresso e que não lhe dá segurança.

Giroto afirma que sua política ideológica é de defender e ajudar os mais necessitados, fazer uma campanha sem mentir para o povo, levando dignidade para as pessoas que mais precisam. “Vou andar pra tentar mostrar que quero ajudar a minha cidade”, finaliza.

Tayná Biazus